Campanha Salarial 2022 | Assista ao histórico da luta dos Servidores

Nosso Sindicato fez um amplo levantamento de todas as publicações relacionadas à greve dos Servidores. Infelizmente, a Campanha Salarial não avançou com ganhos reais porque a Prefeitura não negocia com seriedade. Os Servidores permanecem com os salários arrochados, mas a batalha continua. E é importante relembrar de todo histórico de luta! Por isso, separamos nestes pouco mais de cinco minutos uma cobertura completa dos acontecimentos.

▶️ DÊ O PLAY!

 

Acompanhe o histórico da luta do SFPMIS junto ao funcionalismo para a data-base 2022 que culminou na greve geral da categoria.

1º DE DEZEMBRO DE 2021

Centenas de trabalhadores estiveram conosco na assembleia de Campanha Salarial. Os Servidores deliberaram pelo estado de greve. A reivindicação de reajuste salarial aprovada foi de 17,06%. Confira na íntegra

2 DE DEZEMBRO DE 2021


Protocolamos na Administração o ofício nº 67/2021 com as reivindicações da categoria decididas através da assembleia do dia anterior. Destacamos no documento, o fato do diálogo com a Prefeitura não resultar em avanços concretos nas negociações, o que culminou na forte manifestação do dia 1º de dezembro.
Confira na íntegra

23 DE MARÇO DE 2022

Retomamos os debates referente à data-base 2022. Protocolamos o ofício nº 01/2022 no qual reforçamos a reivindicação do pagamento do índice inflacionário de 17,06%. Adicionamos outras demandas não ligadas ao eixo econômico, como por exemplo, o fornecimento correto de equipamentos de proteção individuais (EPIs).

SILÊNCIO…
Até o dia 12 de abril de 2022 nenhum dos 10 ofícios encaminhados por esta entidade sindical foram respondidos formalmente pela Administração.

13 DE ABRIL DE 2022

Foi realizada a reunião com representantes do Sindicato e do Governo no qual a secretária de Assuntos Jurídicos, APENAS verbalmente (nada documentado), apresentou a proposta de reajuste salarial de 3% e nada mais.

14 DE ABRIL DE 2022

Com o objetivo de atingir o maior número possível de Servidores, realizamos no dia seguinte assembleia virtual. Apresentemos a contraproposta da Administração de apenas 3%. A deliberação foi pelo chamamento de nova assembleia, desta vez de forma presencial, no dia 19 de abril, às 19 horas, na sede do Sindicato. A nova assembleia serviria para evitar qualquer questionamento legal, pois a greve já era cogitada. Confira na íntegra  

19 DE ABRIL DE 2022

Os trabalhadores deliberaram por unanimidade REJEITAR a contraproposta da Prefeitura e por uma paralisação no dia 4 de maio, a partir das 8 horas da manhã. Confira na íntegra 

20 DE ABRIL DE 2022

Notificamos o empregador público, conforme ofício nº 06/2022. O documento destaca a deliberação da categoria, o edital de convocação e a programação da paralisação aprovada. NÃO TIVEMOS RETORNO…

4 DE MAIO DE 2022

Com enorme disposição de luta, mais de 600 Servidores reivindicam melhores salários e a ampliação do auxílio-alimentação. Em nenhum momento a Administração se mostrou flexível para rever os 3% impostos. Ao final do dia, foi realizada assembleia da categoria e, por unanimidade, foi decidido por uma nova paralisação das atividades no dia 10 de maio. Confira na íntegra 

5 DE MAIO DE 2022

Notificamos a Prefeitura, conforme ofício nº 10/2022, dando ciência da paralisação das atividades no dia 10 e, novamente, SOLICITAMOS O AGENDAMENTO DE REUNIÃO. NÃO TIVEMOS RETORNO…

PARALISAÇÃO NOS DIAS 10, 11, 12 e 13 DE MAIO DE 2022

Tendo em vista o descaso do Governo com as demandas apresentadas pela categoria, sempre o final dos manifestos era seguido por uma assembleia deliberativa. A Administração esteve a par de todos os acontecimentos também através das notificações de ofícios feitas diariamente.

13 DE MAIO DE 2022

O Sindicato foi notificado sobre o despacho do Dr. Guilherme Stenger, vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP). Na decisão liminar, o excelentíssimo Desembargador determina que apenas 20% dos Servidores deveriam manter o movimento paredista iniciado em 11 de maio – O SFPMIS CUMPRIU A DECISÃO. Confira na íntegra

16 DE MAIO DE 2022

Último dia de paralisação da categoria, em um total de 6 dias de greve. Informamos o funcionalismo sobre a notificação da audiência de mediação virtual agendada para 19 de maio. Em respeito ao Tribunal de Justiça, os Servidores optaram pela SUSPENSÃO do movimento paredista, cuja decisão foi levada ao conhecimento da Prefeitura e Autarquia de Saúde, nos dias 16 e 17 de maio, através dos ofícios nº 18/2022 e 20/2022. Confira na íntegra 

17 DE MAIO DE 2022

Os Servidores retornaram às atividades e não foi realizada nenhuma outra paralisação. Foi solicitado pelo Sindicato à Câmara Municipal a rejeição do Projeto de Lei nº 1.849/22, na tentativa de buscar um novo diálogo com o Executivo. Dois pedidos de vistas foram realizados pelos vereadores adiando a votação por mais de 15 dias, mas, infelizmente, nenhum avanço ou nova proposta esteve em pauta. Confira na íntegra 

17, 18 e 19 DE MAIO DE 2022

O Sindicato passou a coletar votos físicos dos Servidores públicos nos dias 17, 18 e 19 de maio, em todos os prédios públicos, para aferir, MAIS UMA VEZ, se a categoria aceitaria ou não o reajuste de 3%. Confira na íntegra 

19 DE MAIO DE 2022

AUDIÊNCIA, ASSEMBLEIA E CONTAGEM DOS VOTOS
Na audiência não obtivemos avanços. Manteve-se os 3%.
Já na assembleia, foram abertas as quatro urnas de coleta de votos pelos Servidores e vereadores presentes, cujo resultado foi:

1.416 votos coletados
11 NULOS/ BRANCOS – 0,777% do total
140 SIM AOS 3% – 9,888% do total
1.265 NÃO AOS 3% – 89,333% do total.

Ficou confirmada a rejeição da proposta da Prefeitura de 3%. O resultado foi lavrado em ata e levado ao conhecimento do Executivo e Legislativo Municipal em 20 de maio através dos ofícios nº 21 e 22/2022. Confira na íntegra 

24 DE MAIO DE 2022

Os diretores do SFPMIS e muitos Servidores estiveram presentes na 16ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal. TODOS os vereadores rejeitaram o reajuste salarial imposto pelo Executivo de apenas 3%. A partir de então, o embate para o reajuste salarial da categoria segue judicialmente, como aprovado em assembleia pelo funcionalismo. Confira na íntegra 

Nossa luta é justa e continua. Acompanhe todos os desdobramentos no site e nas redes sociais do Sindicato.

Um comentário em “Campanha Salarial 2022 | Assista ao histórico da luta dos Servidores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.